Blog

Causas biológicas da depressão
Saúde Mental

Causas biológicas da depressão

Em 1964 um grupo de pesquisadores propôs a TEORIA DAS MONOAMINAS PARA A DEPRESSÃO, a qual sugere que a depressão seria causada pela FALTA DE SEROTONINA E/OU NORADRENALINA nas sinapses do sistema nervoso central.

Embora para a época a teoria tenha sido um divisor de águas, muito já se aprendeu sobre a NEUROBIOLOGIA DA DEPRESSÃO desde então.

 

Abaixo cito 3 pontos importantes a serem considerados como causas biológicas da depressão:

  1. Hiperatividade do eixo HPA (leia-se estresse crônico);
  2. Neuroinflamação;
  3. Disfunção sináptica.

 

Deixe-me explicar para você cada um destes pontos:

1) HIPERATIVIDADE DO EIXO HPA: para entender este ponto precisamos lembrar que o eixo HPA é o sistema fisiológico ativado em situações de estresse. Ao final da via é liberado um hormônio chamado cortisol que possui uma série de ações fisiológicas, porém, quando em altos níveis no plasma pode contribuir para sintomas relacionados com a depressão, como a insônia por exemplo.

 

2) NEUROINFLAMAÇÃO: em um cérebro inflamado temos a diminuição da síntese de serotonina, noradrenalina e dopamina (neurotransmissores muito bem relacionados com o controle de comportamentos emocionais). Outro neurotransmissor com concentrações alteradas pela neuroinflamação é o glutamato, porém aqui o problema não é mais a falta, mas sim o EXCESSO DE GLUTAMATO. O qual será responsável pela disfunção sináptica (assunto do próximo ponto). O que causa a neuroinflamação? Estresse crônico, privação do sono, obesidade, sedentarismo, disbiose intestinal.

 

3) DISFUNÇÃO SINÁPTICA: definindo de maneira simplificada podemos dizer que é a DIMINUIÇÃO DO NÚMERO DE SINAPSES em áreas como córtex pré-frontal (tomada de decisões), hipocampo (aprendizado e memória) e amigdala (processamento das respostas fisiológicas a estímulos emocionais).

Felizmente a DIMINUIÇÃO do número de SINAPSES É REVERSSÍVEL!

Como reverter a diminuição do número de sinapses? Combatendo a neuroinflamação, alimentos/suplementos que estimulem a sinaptogênese, praticando atividade física, estímulos cognitivos e meditação. Estas são as maneiras com maior número de evidências científicas.

 

Enfim, em 1964 um grupo de pesquisadores sugeriu que a depressão seria causada pela falta de serotonina e/ou noradrenalina. A partir de então quase todos os fármacos antidepressivos tentam suprir esta falta e deixam descobertas as outras causas listadas acima.

 

Se você que ir além no assunto? Te convido a conhecer meus CURSOS!

Um abraço, Prof. Dr. Fabrício Assini

08 de Abril, 2021
Top

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Li e aceito as termos.

Preencha todos os campos obrigatórios.

No momento não conseguimos enviar seu e-mail, você pode mandar mensagem diretamente para [email protected]

Preencha todos os campos obrigatórios.

Contato enviado com sucesso, em breve retornamos.

Você será redirecionado em alguns segundos!